Connect with us

Hi, what are you looking for?

Atualidades

Cuidado: Google salva tudo que você faz na web

MPF e DPU Agem contra Disseminação de Discurso de Ódio nas Redes Sociais (Redes Sociais)
MPF e DPU Agem contra Disseminação de Discurso de Ódio nas Redes Sociais (Redes Sociais)

Contas novas do serviço terão dados apagados automaticamente após 18 meses; Usuários antigos podem configurar serviço manualmente

A gigante da tecnologia Google anunciou na última quarta-feira (24) uma novidade para contas criadas no serviço a partir de hoje terão seus dados automaticamente deletados a cada 18 meses ao ativarem o histórico de localização ou a atividade na web e de apps.

O usuário ainda pode escolher desativar a ferramenta de auto-exclusão ou encurtar o “prazo de validade” de seus dados para três meses. A ferramenta auto-delete permite deletar do histórico do usuário perguntas feitas à Google Assistente e atividades em sites e aplicativos do Google (como YouTube e Google Maps).

Os serviço de apagar este histórico não inclui conteúdos no Gmail, Google Drive e Google Fotos. Para usuários antigos nada muda. Estes podem habilitar a função manualmente desde o ano passado. A empresa promete notificar os usuários antigos por e-mail sobre esses recursos às contas já existentes no Google.

O Google anunciou ainda que o histórico de pesquisas e vídeos assistidos do YouTube será apagado automaticamente a cada 36 meses. Mas quem quiser pode acessar os ajustes da conta, entrando na seção Minha Conta para escolher entre deletar os dados do site de vídeos a cada três ou 18 meses.

O google garante que o YouTube continuará recomendando conteúdos relevantes aos gostos de cada internauta mesmo após a exclusão de informações.

O CEO do Google e da Alphabet Sundar Pichai enviou mensagem nas redes sociais oficiais da empresa declarando que é um desafio hoje em dia criar novos produtos úteis com menos dados. O CEO garante ainda que a empresa não vende dados de usuários, e apenas os usa para exibir anúncios relevantes.

Atividades em serviços pessoais, como Google Drive, Google Agenda e Gmail, não são usadas para publicidade e não são deletadas pela função nova, segundo informa o CEO. O Google, assim como o Facebook, tem sido alvo de debates e investigações do próprio governo sobre privacidade e o uso de dados dos seus usuários e clientes.

Written By

Viciado em todos tipos de streaming (Netflix, Amazon, HBO Max, Globoplay, Disney e tudo mais), e uso meu vício para o bem de todos compartilhando o que descubro com os leitores. Curto praia, sol e beach tênis.

Advertisement

Recomendas

Mundo

No epicentro das acusações contra Donald Trump, está a atriz Stormy Daniels, cuja presença nesse turbulento julgamento criminal expõe as profundas falhas de caráter...

Criptomoedas

Bitcoins adormecidos acordaram

Mundo

Os bilionários estão preocupados com as catástrofes climáticas

Tudo Sobre

O Chevrolet Corvette E-Ray 2024 representa um marco significativo na história do Corvette, marcando a transição do icônico modelo para uma era eletrificada. Com...

Esporte

Horários, Transmissões e Expectativas para a Próxima Etapa Eletrizante da Fórmula 1

Últimas

Tecnologia

Concorrente menor da gigante dos serviços de nuvem apresenta ótima performance

Esporte

Sheik Mansour Bin Zayed Al Nahyan, adquire o Esporte Clube Bahia por R$ 126 Bilhões

Esporte

E-Ray 2025 será o pace car na 108ª edição das 500 Milhas de Indianápolis

Esporte

Seleção Brasileira: Convocação com Sabor de Sucesso!

Criptomoedas

Mais uma queda do Bitcoin e muita correria nas vendas

Mais notícias relacionadas

Tecnologia

Multinacional americana sofreu cyber ataque devastador

Tecnologia

A agência de segurança cibernética dos EUA descobriu bug crítico de injeção de SQL

Inteligência Artificial

Michio Kaku aponta a era quântica como determinante para o futuro

Inteligência Artificial

Nova ferramenta foi desenvolvida com dados da população da Dinamarca

Tecnologia

Problema afetou milhares de usários do aplicativo de fotos e vídeos

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial pode liderar um mercado com valor de 1 trilhão de dólares

Inteligência Artificial

Pesquisadores utilizaram um modelo de neurônios artificiais

Tecnologia

Washington prevê financiamento bilionário para alimentar o boom da IA